segunda-feira , 23 julho 2018
gif pires
Auto posto União
Home / Cidades / RIO BRILHANTE: Polícia descarta latrocínio e mantém outras linhas de investigação para morte de transexual
imperio 2

RIO BRILHANTE: Polícia descarta latrocínio e mantém outras linhas de investigação para morte de transexual

pp

ppp

De acordo com o delegado que cuida do caso Andre Luiz de Mendonça Fernandes, a possibilidade de latrocínio já foi totalmente descartada devido ao fato de não ter sido levado nada da vítima.

Por: Olimar Gamarra

a9f9d55f-bf6e-493e-8983-dcc9f22b1019
Fernanda foi orta em local distante de residencias, em estarda de terra- foto ( Olimar Gamarra)

A investigação da policia civil de Rio Brilhante a cerca do assassinato da ”Fernanda da Biz”, transexual morta com mais de 80 facadas e pedradas na cabeça na madrugada deste domingo (08),  descartou a possibilidade de latrocínio (Roubo Seguido de Morte) como motivação para o crime. A.F.S de 40 anos foi brutalmente morta com requintes de crueldade na estrada da estiva, fundos da vila Nova Esperança.

De acordo com o delegado que cuida do caso Andre Luiz de Mendonça Fernandes, a possibilidade de latrocínio já foi totalmente descartada devido ao fato de não ter sido levado nada da vítima, motocicleta, documentos, uma certa quantia em dinheiro estavam junto ao corpo. Segundo a família, ”Fernanda” já estava sem celular a alguns dias por isso nenhum aparelho foi encontrado.

Andre, informa que existem outras linhas de investigação, como por exemplo denúncias recebidas pela  polícia  de que a vítima teria envolvimento com trafico de drogas.

”Ainda é muito cedo para afirmar ou apontar uma motivação, estamos investigando varias possibilidades para o crime”. 

Disse o delegado, perguntado se acredita se tratar de crime de ódio,  Andre diz que acha pouco provável.

A mãe da vítima foi ouvida hoje na delegacia mas o delegado não informou o que foi declarado. Mais cedo ela disse a nossa reportagem que espera e vai cobrar por justiça para a morte de ”Fernanda”.

”Independente de qualquer coisa quero saber quem fez e porque fez isso com ela”.

Disse a mãe.

A mãe se recorda do ultimo contato com única filha que tinha, quando ”Fernanda” lhe enviou uma foto do celular de uma amiga em uma festa.

”Essa é a ultima foto que recebi dela, estava tão feliz”.

Relatou.

Nesta segunda-feira (09), investigadores retornaram ao local do crime e realizaram diligencias por regiões onde a vítima possa ter passado na noite de sábado.

”Temos algumas informações que estamos apurando, porém prefiro não revelar por enquanto, vamos averiguar e ouvir mais pessoas nos próximos dias”

finaliza Andre.

Qualquer informação que possa ajudar a policia a desvendar o caso podem ser repassada ao SIG (Setor de Investigações Gerais) da policia civil de Rio Brilhante pelo telefone: (67) 3452 7464, o sigilo é absoluto.

 

capa
Reprodução arquivo pessoal

_____________________________________________________________________________________

pppp

ppppp

pppppp

câmara municipal
Jesus esta voltando