sábado , 30 maio 2020
Auto posto União
PIRES
Home / Cidades / MARACAJU: suspeito com carreta roubada morre em troca de tiros com o DOF
imperio e camila

MARACAJU: suspeito com carreta roubada morre em troca de tiros com o DOF

11

10

09

08

07

0605

04

03

02

Os militares com a informação de que o motorista da carreta deslocou para Rio Verde (GO) para fazer um frete, e que não dera mais informações. Familiares disseram que o rastreamento do veículo acusava que a carreta havia passado pela cidade de Maracaju.

Por: Olimar Gamarra

IMG-20200523-WA0198
(Fotos divulgação DOF)

Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) recuperaram, na manhã de hoje, um Cavalo Trator Scania de cor vermelha acoplado a um baú tomado em assalto na cidade de Rio Verde (GO). A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante um patrulhamento ostensivo na Rodovia MS-462, região de Maracaju.

Os militares com a informação de que o motorista da carreta deslocou para Rio Verde (GO) para fazer um frete, e que não dera mais informações. Familiares disseram que o rastreamento do veículo acusava que a carreta havia passado pela cidade de Maracaju.

Durante as diligências, uma equipe do DOF avistou o caminhão e, ao dar ordem de parada, o condutor efetuou disparos de arma de fogo contra os policiais. O veículo avançou em uma plantação de milho e adentrou em uma mata. Durante as buscas, o homem foi localizado escondido na vegetação e, novamente, efetuou mais disparos contra os policiais, que revidaram a injusta agressão.

O homem de 37anos, identificando como Josemar de Souza Silva, foi alvejado, imobilizado e socorrido, imediatamente, ao Hospital Municipal de Maracaju, porém, não resistiu ao ferimento. Foram quatro disparos contra os policiais. O revólver utilizado foi um Taurus, calibre 38 com capacidade para seis munições. Duas munições estavam intactas. O motorista da carreta foi localizado e libertado em Rio Verde (GO).

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron).

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

IMG-20200523-WA0200

Fonte: Assecom DOF/Sejusp

01

CMT
Jesus esta voltando