sábado , 30 maio 2020
PIRES
Auto posto União
Home / Cidades / Lockdown em Guia Lopes escalona saída de moradores por mês de nascimento
imperio e camila

Lockdown em Guia Lopes escalona saída de moradores por mês de nascimento

11

10

009

008

007

006

 

 

GIF ALTAS HORASS

Na cidade de 10.366 pessoas, o epicentro da covid-19 é o frigorífico Brasil Global que tem 311 funcionários e suspendeu as atividades por 15 dias. 

Por: Olimar Gamarra

guia-lopes-laguna
A prefeitura de Guia Lopes da Laguna decretou a restrição quase que total de pessoas no município — Foto: Prefeitura de Guia Lopes da Laguna/Divulgação

O decreto que impôs lockdown no município de Guia Lopes da Laguna, a 227 km de Campo Grande, escalonou a saída dos moradores de acordo com o mês de nascimento. Conforme o documento, até dia 14 de maio as pessoas podem sair de casa até duas vezes na semana, mas exclusivamente para atender necessidades básicas, como ir ao mercado e à farmácia.

Na escala, nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril podem circular às terças e sextas-feiras. Quem nasceu em maio, junho, julho e agosto saem às quartas e sábados. Nascidos nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro circulam às segundas e quintas. O uso de máscaras é obrigatório.

Segundo o prefeito Jair Scapini (PSDB), o escalonamento segue modelo adotado em cidade da região Norte do Brasil para frear o contágio pelo novo coronavírus. “Fizemos assim para assegurar que a população fique em casa. Até na semana passada, o povo não estava acreditando. Mas agora assustou, são 12 casos confirmados e mais dez exames coletados ontem”, afirma o prefeito.

Na cidade de 10.366 pessoas, o epicentro da covid-19 é o frigorífico Brasil Global que tem 311 funcionários e suspendeu as atividades por 15 dias. Com a pandemia, a unidade divulgou no Facebook a doação de carne para o hospital da cidade e também o aviso de que estavam trabalhando, mas que as pessoas deveriam ficar em casa.

Conforme o prefeito, os 12 casos confirmados são funcionários e, agora, a preocupação é de que familiares também tenham sido infectados. Ainda de acordo com Scapini, o feriado de 1º de Maio foi marcado por muitas festas, com as pessoas circulando por vários locais.

Sobre o impacto da medida de restrição de circulação na cidade, o prefeito avalia que agora a população está mais apreensiva. “Andei na cidade hoje e por enquanto estava tudo tranquilo. Alguns que tiveram casos confirmados não queriam ficar em casa e a Vigilância [Epidemiológica] tinha que ficar cuidando”, diz.

Inicialmente, o decreto também limitou a circulação de veículos nas BRs 060 e 267. Mas o prefeito foi alertado pela assessoria jurídica que as rodovias federais não são de competência do município, mas da União. Portanto, essa proibição será retirada do documento.

As regras – De ontem (dia 7) até à próxima quinta-feira (dia 14), ficam liberados serviços essenciais como produção e comercialização de alimentos, produtos de higiene e supermercados. Os serviços de entrega ficam autorizados até às 20h, mas com cadastramento prévio dos veículos do delivery.

Também ficam autorizadas o funcionamento de unidades de saúde, manutenção para fornecimento de água e energia elétrica. Pontos de apoio para caminhoneiros também devem seguir abertos, assim como bancos e lotéricas. A cidade manteve o serviço funerário. Já indústrias devem fechar a partir das 17h desta sexta-feira. Já a rodoviária suspende todas as atividades à partir de 11 de maio.

A prefeitura também autorizou atividades internas, sem público, em instituições de ensino e escritórios de contabilidade e advocacia.  Até ontem, Guia Lopes da Laguna era a quinta cidade do Estado com maior incidência do novo coronavírus.

 

Créditos: Campo Grande News

 

01

CMT
Jesus esta voltando