quinta-feira , 13 dezembro 2018
Auto posto União
PIRES
Home / Cidades / Delegada do caso Maiana vem a Rio Brilhante para ouvir mãe e avó das vítimas
imperio e camila

Delegada do caso Maiana vem a Rio Brilhante para ouvir mãe e avó das vítimas

 

gif-600-x-100-1-1

ppp-1-1-1

Marcos está preso e responde por duplo feminicídio. Ele foi pego em flagrante no final da tarde do dia seguinte ao crime na cidade de Glória de Dourados quando tentava roubar a bolsa de uma idosa.

Por: Olimar Gamarra

cae39a5c-f907-44f6-acd0-9c43bc583e8d
Paula Ribeiro dos Santos, delegada da (DAM), Delegacia de Atendimento a Mulher de Dourados MS, / Foto: Maikon Junior

Delegada Paula Ribeiro dos Santos, titular da DAM (Delegacia de Atendimento a Mulher) de Dourados que apura o assassinato de Maiana Barbosa de Oliveira (20) e da filha Dandara de apenas um mês de vida no último dia 25 na cidade de Dourados, esteve em Rio Brilhante na tarde desta segunda-feira(3) para colher o depoimento da mãe de Maiana e avó de Dandara, Maria de Lourdes Barbosa de Oliveira e um tio das vítimas.

Na saída da delegacia de Polícia Civil, Maria de Lourdes e a delegada falaram com nossa reportagem. Veja abaixo.

A mãe nos relatou que respondeu todas as peguntas feitas pela delegada que queria entender como era o relacionamento de Maiana e Marcos Fioravente Neto (22) que esta preso acusado dos crimes de duplo feminicídio.

‘O que mais a família cobra é por justiça e nos descreve Maiana como uma jovem extremamente amorosa com a mãe, a irmã e demais familiares, batalhadora que e que estava em busca de um futuro melhor”

disse Paula.

Ainda de acordo com a delegada, a mãe de Maiana contou detalhes sobre a convivência da filha com o acusado. ”Não há relatos de violência entre os dois. É um caso que até nos surpreende, devido não haver relatos de atitudes e ações violentas por parte do acusado. Pelo menos foi isso que nos foi passado até o momento” fala a delegada.

MAIS PESSOAS NA CASA NO DIA DO CRIME

Paula disse a nossa reportagem que no momento das mortes estavam na residencia, a mãe de Marcos Fioravente o padrasto dele e uma irmã.

“Na residência estavam mais três adultos além de Marcos e Maiana, mas os assassinatos ocorreram no quarto e nenhum dos familiares dele percebeu algo acontecendo. A mãe dele só tomou conhecimento do crime do dia seguinte, segunda-feira (26) ao olhar pela janela e ver os corpos de mãe e filha”

disse Paula.

Todos eles já foram ouvidos pela delegada.

A polícia descarta a participação de outras pessoas no crime.

O inquérito deve ser concluído em breve com a oitava de mais um familiar de Maiana que reside em Dourados. ”Estou aguardando apenas laudos pericias para concluir o inquérito, porem isso poderá ser juntado depois”.

Marcos está preso e responde por duplo feminicídio. Ele foi pego em flagrante no final da tarde do dia seguinte ao crime na cidade de Glória de Dourados quando tentava roubar a bolsa de uma idosa.

Para fugir de Dourados logo após os assassinatos ele furtou uma bicicleta, consegui chegar até a cidade de Vicentina onde abandonou a bicicleta e furtou uma moto. Com o veículo chegou até Glória, onde o combustível da motocicleta acabou e para conseguir dinheiro tentou fazer o roubo sendo preso e reconhecido pelos crime contra Maiana e Dandara.

Atualmente Marcos está na PED ( Penitenciária Estadual de Dourados) isolado dos demais presos por questão de segurança.

MANIFESTAÇÃO

Familiares e amigos de Maiana e Dandara estão organizando um manifesto que vai pedir por justiça para o caso no próximo sábado dia 8 com concentração na Praça Doutor Boaventura no centro de Rio Brilhante.

“Queremos convidar a todas as pessoas que tiveram mulheres da família ou amigas assassinadas ma nossa cidade para estar conosco nessa manifestação, a final de contas quantas “Maianas” ja morreram e quantas outras poderão perder a vida por causa da Violência”

disse Maria de Lourdes e Sônia amiga da família.

Serão confeccionadas camisetas com as fotos de mãe e filha para serem usadas no dia do movimento.

Quem quiser participar é só chegar a praça central da cidade no sábado dia 8 a partir das 15h.

O CRIME

Maiana e Dandara foram mortas a facadas na noite do dia 25/11 na casa de Marcos na cidade de Dourados. Os corpos estavam em dos quartos e foram encontrados por voltas das 11h40 do dia seguinte pela mãe de Marcos Fioravente Neto.

Em depoimento na tarde do dia (27) ele disse a delegada Paula, que pensou em queimar os corpos de Maiana Barbosa de Oliveira de 20 anos e da filha do casal Dandara de apenas um mês em um terreno baldio ao lado da Feira Livre em Dourados.
Em entrevista a  Rádio Grande FM, na semana passada a delegada disse que o feminicída disse que matou a mulher, pois ela não aceitava o fim do relacionamento. Primeiro ele asfixiou a mulher e depois a golpeou no pescoço com uma faca.
Ainda segundo a delegada o criminoso primeiro pensou em ficar com a criança, mas depois decidiu matá-la também já que tinha certeza que seria preso e a menina ficaria sozinha.
Ele então desistiu da idéia de queimar os corpos e deixou as duas em um colchão. Depois do crime ele tomou banho e roubou uma bicicleta e foi até Vicentina onde roubou uma moto e seguiu até Glória de Dourados onde tentou assaltar uma senhora e acabou preso pela Polícia Militar.
Neto negou que tenha usado droga no dia do crime e disse que não possui distúrbios psicológicos.

“Ele pretendia chegar ao litoral e viver por lá sem ser descoberto”,

disse a delegada.

71ca9003-e53e-40ec-97e7-85952ed64edf
Jornalista Olimar Gamarra em entrevista com a delegada, Paula, da (DAM)

Veja vídeo de entrevista da mãe de Maiana e da delegada do caso.

________________________________________________________________________________________________________________

milkoisas-768x272

ppppp-1-1-1

MOVELAR-GIF-SEM-FACE-1-1-1

gif-600-x-100-1-1

Mayfa supermercados
Jesus esta voltando