terça-feira , 28 janeiro 2020
PIRES
Auto posto União
Home / Cidades / CRUELDADE SEM FIM: Cadela é morta a pauladas enquanto procurava comida em lixo de moradora
imperio e camila

CRUELDADE SEM FIM: Cadela é morta a pauladas enquanto procurava comida em lixo de moradora

13

12

11

10

09

 

08

07

06

banner 730x130

gif star cursos

 

O animal chegou a ser socorrido pela ONG (Organização Não Governamental) Abrigo dos Bichos e encaminhado para clínica veterinária. Lá, especialistas constataram que por causa das agressões, a cadela, apelidada de “Miska”, havia quebrado a mandíbula e perdido muito sangue.

Por: Olimar Gamarra

640x480-ab37f411a706677926479adaa4466866
Miska chegou a ser socorrida, mas morreu horas depois de ser resgatada. (Foto: ONG Abrigo dos Bichos

A Polícia Civil vai investigar caso de maus-tratos a uma cadela que morreu na noite de domingo (12), depois de ser agredida a pauladas por uma moradora do Residencial Búzios, em Campo Grande. O ataque teria acontecido no momento em que o animal procurava algo para comer em sacos de lixo colocados em frente a casa da autora.

O animal chegou a ser socorrido pela ONG (Organização Não Governamental) Abrigo dos Bichos e encaminhado para clínica veterinária. Lá, especialistas constataram que por causa das agressões, a cadela, apelidada de “Miska”, havia quebrado a mandíbula e perdido muito sangue.

“Quando cheguei no local, depois de ter sido chamada por vizinhos, encontrei ela bastante debilitada. Havia um rastro de sangue que indicava por onde ela tinha passado”, explica a protetora Maria Lúcia Metello, presidente e fundadora do Abrigo dos Bichos.

Segundo Maria Lúcia, a casa da suspeita não tem muro e por isso, o acesso da cadela foi facilitado. A protetora chegou a cobrar explicações da autora, que negou a agressão.

Miska chegou a receber os primeiros socorros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 23 horas, horas depois de ser resgatada.

O caso será registrado na Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), que vai investigar o caso. Para ajudar o abrigo dos bichos com as despesas com a clínica que atendeu Miska, basta entrar em contato pelo telefone (67) 99955-4949.

 

Fonte: Campo Grande News

___________________________________________________________________________________________________________________________

04

03

02

01

difusora
Jesus esta voltando